Saiba como planejar suas ações para o fim da crise
Tudo indica que em breve chegaremos a um momento de platô em relação às infecções do novo coronavírus (Covid-19) no país. Isso significa que, se as projeções permanecerem, o número de infectados vai parar de crescer.
A mera expectativa de melhoria já está causando um movimento a favor da reabertura de vários segmentos do comércio em diversos Estados do país. O segmento do varejo da construção civil, se já não está inteiramente de portas abertas, funcionando com restrições, em breve estará.
A partir de agora, que o lojista já teve que se adaptar à obrigação de deixar a loja fechada, como pode se preparar para o fim da crise, ou seja, para o reaquecimento do varejo no país? A Montana Química preparou algumas dicas para ajudar você nessa empreitada. Veja a seguir.
Não se atropele
Fazer mudanças gradativas é essencial para a retomada segura do negócio. Para cada objetivo que tiver, estipule metas gradativas e de dificuldade crescente, para que você não precise retornar passos dados - sinônimo de perda de dinheiro.
Se sua ideia é apostar em promoções, por exemplo, não queime o estoque de uma vez. Sinta o movimento dos clientes (sem deixar de analisar os dados, veja mais abaixo). A palavra “gradual” deve sempre nortear suas decisões.
Mantenha o que deu certo
Montou uma estrutura de entrega rápida? Criou um site para vender seus produtos? Instituiu um comitê de segurança de saúde na empresa? Institui home office para parte da equipe e funcionou? Então, para que voltar atrás caso essas ações estejam dando resultados?
Da mesma forma, se algumas medidas tomadas durante a pandemia não deram certo, reformule-as, se forem essenciais (como mudanças na entrega e no estoque, por exemplo). Quando não forem, abandone-as de vez. Não se apegue aos erros.
Invista na entrega
Todos os especialistas e grandes empresas do mundo são quase unânimes em dizer que o investimento em um sistema de entrega eficiente e rápido é uma das grandes soluções para o fortalecimento de empresas na pandemia e na retomada.
Durante esta crise, o consumidor aprendeu a receber produtos em casa, com a qualidade que ele exigia – e às vezes não tinha – antes da pandemia. Se sua loja ainda não tem altos padrões de entrega, é hora de investir, porque, na retomada, isso não será mais um diferencial, será uma obrigação.
Continue utilizando dados
Uma das principais dicas que vêm sendo dadas desde o início da crise é: utilize dados para basear suas ações. Se você vem seguindo essa regrinha, já deve ter levantado uma boa base de informações sobre as vendas de sua empresa e sobre as mudanças no perfil dos consumidores.
Continue analisando esses movimentos para tomar decisões hoje que vão beneficiá-lo no futuro. Pesquisa de satisfação e/ou de perfil de clientes são ótimas ferramentas para isso. E se você ainda não tem uma estratégia nesse sentido, está mais do que na hora de fazer.
Destaque-se em tudo
Mais do que nunca, com o aumento de clientes na sua loja, é a hora de mostrar por que você resistiu à crise. Para isso, é preciso deixar claro que você está preparado em todos os sentidos.
Não adianta oferecer produtos com preços baixos na retomada se você não se preocupar com a higiene de sua loja. Não adianta oferecer álcool em gel a seus clientes se os seus colaboradores não usam máscara.
Isso também vale para a venda pela internet (como rapidez na entrega) e para a pós-venda.
Se você gostou destas dicas, veja mais textos sobre o assunto aqui, no novo site da Montana Química.

Post comments

Nenhum template encontrado para o módulo jxmegamenu